Inflação semanal de junho desacelera e fica em 0,64%, aponta FGV

A inflação semanal de junho desacelerou em relação a maio. O IPC-S, Índice de Preços ao Consumidor Semanal, medido pela Fundação Getulio Vargas, ficou em 0,64%, ante a taxa de 0,81% do mês anterior. Os dados divulgados nesta quinta-feira (1º) mostram que a maior contribuição para a taxa de junho veio do grupo Educação, Leitura e Recreação, com a alta nos preços das passagens aéreas. A taxa passou de -6,72% para 12,47%. Em contrapartida, os preços dos itens que mais pesam na composição do indicador tiveram uma leve queda, como foi o caso da tarifa de eletricidade residencial, gasolina, calçados infantis e alimentos para animais domésticos. Os alimentos, que têm sido o grande vilão da inflação, subiram menos, com destaque para as frutas. Já os artigos de higiene e cuidado pessoal e as mensalidades para internet tiveram uma queda mais acentuada. Com o resultado de junho, o IPC-S acumula alta de 8,29% nos últimos 12 meses.

Publicado em 01/07/2021 – 11:37 Por Cristiane Ribeiro – Repórter da Rádio Nacional – Rio de Janeiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *